O que a Assessoria de Imprensa pode fazer pelo seu negócio?

                O papel fundamental da assessoria de imprensa como aliada das empresas

Comunicar-se é o fundamento das relações humanas. Desde que nascemos, aprendemos de diversos modos a reagir e oferecer retorno aos estímulos do ambiente. Conforme vamos crescendo e ampliando nossa área de interação, vamos percebendo a importância e o papel fundamental que a comunicação têm, agora não somente no nosso círculo de convivência, mas com a sociedade em geral. Neste sentido, a comunicação torna-se peça fundamental na engrenagem das empresas. E o papel da assessoria de imprensa mostra-se fundamental para auxiliar e refinar do melhor modo possível a comunicação entre empresa e o público. 

Especialistas em elaborar estratégias eficazes de comunicação, os assessores de imprensa não atuam somente no fortalecimento da marca a partir de publicações na grande mídia. A tarefa é mais abrangente. Existem três principais fundamentos com os quais uma empresa pode contar, tendo um serviço de assessoria de imprensa: gerenciamento de crise, media training e monitoramento da dinâmica emissor – receptor, a fim de evitar mal entendidos no ambiente digital. 

Vivemos em uma era onde são geradas enormes quantidades de informação em ambientes sem filtro. As redes sociais promovem a interação a partir de plataformas em que qualquer pessoa pode expressar sua opinião, idônea ou não, e influenciar atuais e futuros clientes de uma empresa. O monitoramento deste ambiente por uma equipe de assessoria de imprensa, faz com que, situações que embora pareçam simples, não saiam de controle. É um agente facilitador e de transparência entre a empresa e o seu público. Um bom assessor de imprensa sabe que no ambiente digital, agilidade e transparência são pilares que sustentam uma imagem saudável. 

Outro ponto crucial a se destacar,  é o gerenciamento de crise. Assessores de imprensa são profissionais treinados para estancar qualquer princípio de crise, envolvendo o macro ou microambiente, que possa afetar a imagem e a saúde financeira de uma empresa. Estratégias são tomadas a partir de um gabinete de gestão, onde, mapeia-se o foco da crise e se age para estanca-la, por diversas frentes. Nesta operação, o processo de media training mostra-se também, como de grande relevância e contribuição a imagem da empresa. 

A assessoria de imprensa atua em consonância com o porta voz da mesma, indicando como devem falar com os jornalistas, qual o tom a ser proposto e pontos chaves a serem esclarecidos. A trinca: agilidade e transparência no ambiente digital, gerenciamento de crise e media training, constituem o fundamento dos serviços prestados por uma assessoria de imprensa para uma empresa. Em uma era onde impérios nascem e ruem com a mesma facilidade, aliados são sempre bem vindos. E este é o papel da assessoria de imprensa. 

O fundamental papel da prevenção na gestão de crises

Até que ponto uma empresa consegue ter o controle completo de sua estrutura? Pode-se concluir que para tal, estratégias devem ser tomadas a fim de evitar situações que prejudiquem suas operações e cause danos a sua imagem perante o público. Dentre estas, o trabalho de gestão de crise com enfoque na prevenção mostra-se um valioso aliado. 

De início, uma gestão de crise eficiente deve sempre ater-se a prevenção, no sentido de realizar auditorias em busca de possíveis focos de crise dentro da empresa. Buscar antever é realmente a mais eficiente técnica em gestão de crise. Elencar variáveis que necessitem ser trabalhadas a fim de evitar problemas futuros, é a essência de uma gestão de crise eficaz. 

A chave para a empresa manter uma imagem saudável e com vigor, é a capacidade de vislumbrar pontos futuros. Mapeamento de riscos, formação de comitês de gestão de crise e elaboração de respostas-chave, consistem no tripé fundamental de um bom trabalho em gestão de crise.

 Pequenas críticas em redes sociais costumam ter vasto potencial de crescimento, pois normalmente clientes levam em consideração a opinião de outros consumidores na hora de optar, ou não, por um serviço. E é justamente neste ponto que reside a importância de uma eficaz gestão de crise. Pontuar e monitorar, acenando para o futuro, apurando o presente. Não deixar a gota tornar-se tempestade. A serviço da credibilidade e assertividade, a gestão de crise mostra-se essencial.

Como comunicar-se entre 40 trilhões de gigabytes

Vivemos em uma era em que a quantidade de informações produzidas diariamente alcança dígitos estratosféricos. Para fins de comparação, o volume de dados gerados entre os anos de 2014 e 2016, equivale ao mesmo montante produzido em toda a história da humanidade. Em estudo intitulado ‘’ A Universe of Opportunities and Challenges’’, desenvolvido pela consultoria EMC, a projeção é de que no ano de 2020 o volume de dados alcance os 40 trilhões de gigabytes. Um indicativo de que não somente as dinâmicas de comunicação entre as pessoas estão sendo transformadas, mas entre as empresas e o seu público, também. Do mesmo modo que o ambiente digital e suas várias plataformas de propagação de informação vem demonstrando ser um facilitador na comunicação, ruídos entre emissor e receptor se tornam também, mais frequentes.

Neste ponto, emerge um segmento no qual acreditamos que será preponderante para uma comunicação clara e eficiente entre as corporações e seu público: a gestão de crise. A atuação de uma empresa de comunicação especializada em gerenciamento e prevenção de crises, está intimamente ligada ao profundo conhecimento do ambiente digital e da empresa a qual presta seus serviços. Nós jornalistas, profissionais de marketing digital e publicitários, que utilizamos tal ambiente como ferramenta de trabalho, somos afeiçoados ao terreno. Acreditamos que trabalhando em uníssono com empresas que busquem abrandar ruídos e agir com prevenção ante a possíveis crises, prestaremos estimável serviço as duas pontas da engrenagem: cliente e provedor. Construir com solidez e comunicar-se com harmonia. Este é o futuro.

Redação @azpressbrasil

Crédito: Banco de Imagens @azpressbrasil